Qual a é diferença entre cosmetico vegano, natural e orgânico?

São situações totalmente diferentes!

Tais produtos cosméticos  para receberem as devidas classificações tem por princípio, ter desde a origem da matéria prima certificações que comprovem a toxicidade, biodegrabilidade nos processos a que são submetidos para produção. 

(Imagem ilustrativa)

Naturais:

Para que um produto cosmético seja considerado natural, apenas 2%  na totalidade da molécula  poderá ser de origem sintética.

Para ser considerado 100% natural deverá ser < obtido através de processos físicos ou fermentação não podem ser modificados quimicamente.

Regra:O percentual (%) do ingrediente deverá estar listado no rótulo frontal de cada embalagem.

Há também uma regra muito rígida para que a matéria prima natural possa fazer parte desta formulação cosmética, não bastando informar de qual a origem mas ela deverá  ter um dossiê muito bem detalhado  informando todo(os) os benefícios ofertados pela matéria prima natural.

Observação:  No caso elaboração do cosmetico utilizando  moléculas sintética, as mesmas devem estar contidas no caderno de normas , pois nem todas são permitidas.

  •  Solventes: estes, caso sejam aplicados na extração da matéria prima orgânica, devem estar listados entre os permitidos, caso contrario não passará no controle e certificação.

Embalagens: Caso o produto seja classificado como natural, as embalagens devem imprescindivelmente ser reciclável.

Ingredientes Geneticamente modificados:

  • Corantes sintéticos
  • Fragrâncias

Testes em animais: São expressamente proibidos na origem.

Testes finais: somente é permitido se não houver e nem causar dor como exemplo; extração de mel e leite.

Orgânicos:

 Necessitam critérios muito rígidos quanto ao:

  •  Plantio: Cadeia de fornecedores de matérias prima que possuam padrões de sustentabilidade através de órgãos específicos para certificação.      
  • 95% das matérias primas processadas  obrigatoriamente será de origem orgânica;
  •  Conservantes  de produtos orgânicos devem ser específicas  para este tipo de produto;
  •  Existem vários graus de certificação que variam de 80% até 100%.
  • Para produtos com 80% de minerais  ou com esta origem  10% dos ingredientes  deverão obrigatoriamente serem orgânicos , a água nesta formulação é considerada orgânica.

Veganos:

  • São classificados como cosméticos que não tem origem a partir de qualquer tipo de animal.
  •  Não são testados em animais (mesmo que isto não faça parte da formula).
  • NÃO CONFUNDIR VEGANO COM NATURAL.
  • Diferente de outras categorias de produtos, os Veganos podem conter em sua formula ingredientes sintéticos.

Certificações 

  •  Existem já a algum tempo no mercado  Internacional  bem como no Brasil  alguns selos que atestam  se o produto utiliza ou não  animais para teste, PORÉM   no caso do produto conter o selo Cruel Free , não atesta que é um produto é  Vegano.
  •  CRUEL FREE :  selo que atesta que não foram realizados testes  em animais.
  • Também existe o selo LEAPING BUNNY certificado através da organização CRUEL FREE internacional que dão a garantia de não haver sido realizado testes de nenhuma espécie em animais.
  • Selo que atesta que o produto é Vegano.
  • SBV  (Sociedade Vegetariana brasileira) certificação é nacional para alimentos, cosméticos entre outros seguimentos.

Selos IDB e ECO CERT:  Determinam em uma lista  ingredientes nocivos a saúde e ao meio ambiente e que não podem fazer parte de cosméticos classificados como naturais e orgânicos.

Dica  BELLKEY PROFESSIONAL 

Produto Vegano 

bbb

Cláudia Barboza

02-10-2019

Ainda precisa de ajuda? Contate Contate