Por que os cabelos afro são naturalmente ressecados? O que fazer para reverter este quadro?

Os cabelos afro são naturalmente mais ressecados que os cabelos caucasianos e os asiaticos.

                   Uma metáfora para exemplificar 

           o que acontece com os  cabelos afro.

Vamos imaginar que você vai fazer uma viagem e que sai de um ponto até chegar em outro... se for em linha reta chegara mais rápido, mas e se tivermos que fazer várias curvas para chegar  ao mesmo ponto o caminho será muito mais longo certo?! Observe que isto acontece com o cabelo afro segundo imagem abaixo.

 (Imagens ilustrativas retiradas da internet))

                                                      Sim

Com os cabelos de estrutura afro  acontece exatamente isto, as várias curvas e a curvatura desde o seu desenvolvimento dentro do couro cabeludo impossibilita que  ele receba o grau de LIPÍDEOS ADEQUADO (GORDURAS PRODUZIDAS PELA GLANDULA SEBACEA) de maneira uniforme, e com isso faz com que o fio perda grande parte da água essencial para deixa-lo de forma macio, fácil de pentear, com cachos bem definidos e sem o excesso de volume típico de cabelos afro.adequada na maioria parte do tempo, bem como com menor volume e forma definida.

TIPOS  DE CABELOS AFRO


3A     A espessura dos fios é média, apresenta  formação entre o ondulado e o cacheado leve, necessita cuidados específicos, pois  se não tratados apresentam-se volumosos, com frizz e perda da forma. Não são cabelos fáceis de modelar.

                       

3B A espessura do fio  pode variar de fino a médio, os cachos são definidos, mais definidos  a raiz  nem sempre é também cacheado, pode ser   lisa e mesclar com o comprimento o cacheado, são cabelos que apresentam certo grau de ressecamento e podem apresentar muito frizz e perder a forma com facilidade , para isso  necessitam produtos específicos para formar o cacho.

3C  A espessura dos fios pode variar de fino a médio.  O fio forma cachos bem definidos em forma de pequenas “molas ou espirais” apresenta certo grau de ressecamento e perda da forma que levam ao volume. Necessitam cuidados especiais com produtos para hidratação, reconstrução e definição de cachos.

4A   A espessura do fio  é fina,  é muito sensível a influencia da umidade, pois por serem fios e com alto grau de ressecamento, “procuram hidratar-se com a umidade do ar, levando a excesso de volume, perda da forma, e excesso de frizz; o cacho é em forma de “molinhas ou espirais” bem juntinhas e nascem assim desde a raiz, deixando com aspecto também muito volumosos. Não são fáceis de modelar e por isso necessitam de cuidados diários e específicos, como hidratações, nutrição e para finalização com modeladores  para cachos.

4B A espessura do fio é muito fininha. A forma varia entre um zig zag e alguns cachos formam cachinhos muito juntinhos.  Sua natureza é ser ressecada, a forma vem desde a raiz que o deixa muito volumoso e difícil de ser manipulado no dia a dia, sendo muito difícil e quase impossível pentear a não ser no banho. Perdem a forma com facilidade devido ao ressecamento o que leva a perda forma e excesso de frizz. Necessitam muitos cuidados e tratamentos específicos; como reconstrução, nutrição hidratação, modeladores e umidificadores para manutenção diária.

4CA espessura é muito fininha, em forma de ZIG ZAG é  sensível e quebra com facilidade, tem alto grau de ressecamento, que aumento o volume, frizz e perda da forma. Quando esta seco o seu tamanho pode diminuir pela metade. Portanto para apresentar crescimento levará muito tempo.   A forma em ZIZ ZAG inicia na raiz e alonga-se no comprimento, apresentando   muito volume e é muito difícil e quase impossível pentear este tipo de cabelos todos os dias, em geral apenas no banho ou quando molhado. Os cuidados devem ser diários com hidratações, reconstruções, nutrições e modeladores de cachos e umidificadores.

TIPO 4C

Como resolver?

 Para resolver a desisdratação do fio afro, é necessário que ele se manténha com a parte externa sempre coberta pela camada de lipídeos produzida pela glangula sebâcea, mas se isso não ocorrer em quantidades satrisfatórias é possível usar ólesos que podem refazer esta "substituição" e assim mantér os cabelos em parametros aceitaveis de hidratação.

HIGIENIZAÇÃO:

COURO CABELUDO E FIOS

  •  Molhar os fios e couro cabeludo, 
  • Aplicar quantidade de shampoo para tratamento sobre a palma das mãos e distribuir no couro cabeludo, realizando movimentos circulares e de vai e vem com as digitais ( nunca com as unhas) em toda a extensão do couro cabeludo, na sequência caso haja necessidade aplicar outra quantidade de shampoo no comprimento e pontas dos cabelos , o movimento deve ser de enluvamento, ou seja ( distribuindo o shampoo das raizes para as pontas e ao final deixar em pausa de dois minutos. 
  • de comprimento que necessitam mais produto,
  • No comprimneto e pontas o movimento dedeve ser de enluvamneto ou seja distribuindo o shampoo das raizes para as pontas, ao final deixar em pausa de dois minutos.
  • Ao final dos dois minutos remover completamente.

Dica : 

Caso o shampoo tenha feito espuma, isto é sinal que seus cabelos já estão limpos (não será necessário, aplicar outra quantidade  de shampoo)

  • Após remover o shampoo, na sequência aplicar,  ÓLEOS  (que contenham propriedades hidratantes ao fio) distribuindo em toda a extensão do fio (iniciando propximo ao couro cabeludo até as pontas, NÃO REMOVER!...
  • APLICAR SOBRE O ÓLEO, máscara de tratamento e reonstrução dos fios, 
  • Pausar entre 10 e 30 minutos (conforme o grau de ressecamento dos fios),
  • Após o tempo de pausa o produto deverá ser removido com água morna ( pois contemgrande quantidade de óleos).
  • Retirar o excesso de umidade com a toalha.

Modelagem

  • Aplicar pequena quantidade de creme modelador para finalizar deacordo com desejo da cliente, ou secar ao natural.


DICA BELLKEY PROFESSIONAL


PARA TRATAMENTO E REPOSIÇÃO LIPÍDICA DOS FIOS 

LINHA UMECTAÇÃO 12 ÓLEOS ESSENCIAIS



MMM

Cláudia Barboza

elaboração de texto e tabelas

14/01/2019

Ainda precisa de ajuda? Contate Contate